Canadá, o maior produtor de blueberries silvestres do mundo

Muitas pessoas podem achar que devido ao clima frio do país, o Canadá não é um bom produtor de frutas. Mas se engana quem pensa que o país é feito apenas de lindas florestas cobertas de neve e paisagens de filme.

Nos meses de verão e outono, parte das terras do país se transformam em excelentes produtores de frutas. Claro que nunca vai se comparar ao Brasil, um país de terras abundantes e de clima tropical, mas o Canadá é um forte produtor de morangos, cranberries, blueberries (mirtilos), uvas, pêssegos, peras, ameixas, maçãs, cerejas, framboesas e muitas outras frutas de clima mais frio. O clima, por sinal, é um forte aliado na redução do uso de pesticidas químicos e de acordo com a Canadian Food Inspection Agency as frutas canadenses possuem menos agrotóxicos quando comparado com as dos países de clima mais quente. Além disso, os fruticultores daqui possuem um guia que incentiva a produção de frutas de alta qualidade, usando métodos ecologicamente corretos com o mínimo de produtos químicos agrícolas.

É uma verdadeira corrida contra o tempo, os produtores possuem apenas poucos meses para semear, irrigar e colher as frutas antes da chegada do inverno. Segundo o Agriculture and Agri-Food Canada, órgão do governo que apoia os agricultores, o sul da província de Ontário e o sudoeste da British Columbia são os maiores produtores de frutas, uma vez que possuem cerca de 180 dias sem gelo todos os anos. As frutas também são cultivadas em boa quantidade em algumas partes do Quebec, enquanto o restante concentra-se principalmente na Nova Escócia e New Brunswick.

BLUEBERRIES_01

O Canadá, para surpresa de muitos, é o segundo maior produtor de blueberries do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, sendo o primeiro na produção da “mirtilos lowbush”, que é outro nome para os blueberries silvestres. A frutinha é muito procurada por aqueles consumidores preocupados com a saúde porque são ricas em antioxidantes, vitaminas, minerais e fibras solúveis, cujas propriedades ajudam a melhorar a saúde cardiovascular, proteger o fígado e atrasar a deterioração da memória, além disso quase não precisam de pesticidas ou fertilizantes químicos. A fruta é ainda muito rica em outros nutrientes e possui poucas calorias, podendo ser incluída nas dietas para perda de peso.

Segue aqui algumas razões que vão te ajudar a adicionar esta frutinha na sua dieta:

  • Uma xícara de blueberries fornece 24% da dose diária recomendada de vitamina C. A vitamina C também pode melhorar a capacidade do colágeno para suavizar as rugas e melhorar a textura geral da pele.
  • Os blueberries contêm ferro, fósforo, cálcio, magnésio, manganês, zinco e vitamina K. A ingestão adequada desses minerais e vitaminas contribui para a construção e manutenção da estrutura e força óssea.
  • Estudos demonstraram também que o consumo de blueberries está ligado ao declínio cognitivo mais lento em mulheres mais velhas. Também descobriram que, além de reduzir o risco de dano cognitivo, os blueberries podem melhorar a memória de curto prazo e a coordenação motora de uma pessoa.
  • Os blueberries ajudam a prevenir a constipação e a manter a regularidade de um aparelho digestivo saudável devido ao seu teor de fibras.

Na British Columbia, Ontário, Quebec e nas províncias do Atlântico, os trabalhadores colhem manualmente as frutas mais doces do mercado de mesa, enquanto as máquinas catadoras colhem as frutas destinadas ao congelamento e processamento. Os blueberries canadenses são cultivados em condições limpas e saudáveis e são monitorados pela Canadian Food Inspection Agency (CFIA), que garante o cumprimento dos regulamentos de classificação, embalagem e rotulagem.

Segundo a Health Canada, órgão federal responsável por ajudar os canadenses a manter e melhorar a saúde:

“Uma dieta saudável rica em uma variedade de vegetais e frutas pode ajudar a reduzir o risco de alguns tipos de câncer. Comer muitos legumes e frutas regularmente também pode diminuir o risco de doenças cardíacas.”

Esta afirmação parece básica, mas de acordo com uma pesquisa realizada por eles alguns anos atrás, o Canadense não é um bom consumidor de frutas. Sem dúvida, o fator preço pesa muito neste resultado, as frutas tropicais chegam por aqui com um preço bem amargo. Mas, como tudo por aqui, nós temos que nos adaptar e adequar a nossa alimentação, está mais do que comprovado que o aumento do consumo de alimentos vegetais diminui o risco de obesidade, diabetes e doenças cardíacas. Os alimentos vegetais também podem promover a saúde dos cabelos e da pele, aumentar a energia e diminuir o peso. Por isso, quando você chegar ao Canadá, busque consumir frutas e verduras frescas, dando preferência às frutas da estação.