Confira as frutas e vegetais disponíveis no Canadá nos meses de Março e Abril

O mês de março chegou e aqui vão algumas dicas de frutas e vegetais que estão com uma maior oferta neste mês para as províncias do lado Oeste do Canadá. ⁠

Como ainda estamos no final do inverno esta indicação nunca pode ser certeira, mas segundo as estatísticas dos últimos anos da Foodland Ontario e da Ontario Farm Fresh Marketing Association (OFFMA) estas são algumas das opções que possuem maior probabilidade de colheita este mês, mesmo que algumas delas, como por exemplo o morango, boa parte vindo ainda de estufas. A lista completa você encontra lá no meu blog.⁠

Os meses entre Julho e Outubro são os mais férteis por aqui e que nos proporcionam uma maior disponibilidade de frutas e verduras frescas vindos de produtores locais. Lembrando ainda que Maple Syrup, mel, cogumelos, ovos e carne estão geralmente disponíveis durante todo o ano.⁠

Estou colocando o nome também em Inglês, pois algumas pessoas sempre me perguntam como elas fazem para achar aquela verdura aqui no Canadá.

Frutas

Maçãs – Apples
Morangos (Estufa) – Strawberries (Greenhouse)
Ruibarbo – Rhubarb

Vegetais

Abóbora – Squash
Alface (Estufa) – Lettuce (Greenhouse)
Batata Doce – Sweet Potatoes
Batatas – Potatoes
Beterraba – Beets
Brotos – Sprouts
Cebolas (Vermelhas) – Onions (Red)
Cenouras – Carrots
Cogumelos – Mushrooms
Cherovia – Parsnips
Pepino (Estufa) – Cucumber (Greenhouse)
Pimentões (Estufa) – Peppers (Greenhouse)
Repolho – Cabbage
Couve-Nabo – Rutabaga
Tomates (Estufa) – Tomatoes (Greenhouse)

 

🍁
Bjo, Li.

 

Siga o nosso perfil no Instagram

Todas as semanas, dicas e receitas para você se adaptar ao estilo de comida do Canadá sem perder o tempero brasileiro.

[instagram-feed]

Uma geleia 100% fruta, sem adição de açúcar, que é amiga da dieta

A dica de produto de hoje vai para esta geleia 100% fruta, sem adição de açúcar da St. Dalfour. Quem me conhece sabe que eu prefiro preparar minhas próprias geleias, mas com a vida corrida nem sempre dá para fazer em casa, por isso achei essa pérola francesa.⁠

Seguindo cuidadosamente uma receita da família francesa, o St. Dalfour Fruit Spreads é feito à mão na região da Aquitânia na França, perto de Bordeaux. A história desta marca começou durante a Primeira Guerra Mundial, onde um vizinho doou a avó do fundador da companhia um subproduto doce da produção de vinho, para usar como substituto do açúcar branco que estava em oferta limitada na época.⁠

A avó trabalhou com as uvas e refinou essas receitas “sem açúcar”. O resultado foi uma propagação de frutas mais saudável e deliciosa que se tornou a favorita da família. Anos depois esses favoritos da família foram trazidos ao mercado e agora são servidos em mais de 80 países.⁠

BLOG_GELEIA2

Aqui no Canadá, você compra online no Well.ca ou na Amazon. Em Toronto você pode encontrar na rede de supermercados Metro.⁠

Leia também:
Mary’s Organic Crackers, uma bolachinha saudável para seu lanche da tarde

🍁
Bjo, Li.

 

Siga o nosso perfil no Instagram

Todas as semanas, dicas e receitas para você se adaptar ao estilo de comida do Canadá sem perder o tempero brasileiro.

[instagram-feed]

The Pickle Barrel, um restaurante em Toronto para agradar toda a família sem fugir do orçamento

O The Pickle Barrel é aquele restaurante eclético que atende a todos os gostos e preferências. Já perdi as contas de quantas vezes já fomos na unidade da Yonge & Eglinton, pois entre os restaurantes deste porte ele é o que atende a todos os gostos da família sem sairmos do orçamento.

No momento em que você entra no salão principal é possível ver o Sports Bar rodeado de TVs onde é possível acompanhar ao vivo praticamente todos os jogos de diferentes esportes, mais ao fundo existe um outro salão com mesas e sofás onde é possível observar bem a diferenciação do público que frequenta o bar da entrada.

“Muitas das maiores redes com as quais competimos usam produtos manufaturados (congelados e reaquecidos). Preparamos tudo fresco, desde carnes e frutos do mar à saladas. Oferecemos comida artesanal. É isso que nos separa do ponto de vista da qualidade”
– Peter Higley, Ex-Presidente Pickle Barrel Restaurants

O restaurante que existe desde 1971, preza por preparar todas as refeições na hora, nunca pré-preparada ou parcialmente cozida. Em 2017 a rede foi adquirida pela RECIPE Unlimited Corporation, o maior e mais antigo grupo de restaurantes do Canadá, dono de marcas como St. Hubert, Swiss Chalet, Montana’s, The Keg, entre muitas outras.

Nosso Pedido

Já provamos de tudo por lá, mas vou mostrar aqui os que mais pedimos:

Steak Frites
$25.99

Esse é o pedido preferido do maridão, sempre que vamos ao The Pickle Barrel ele pede este prato. Ele diz que lembra do churrasco do Brasil! O prato não é nada mais do que um steak macio e suculento tipo New York Striploin de 10oz sobre uma cama de batatas fritas, acompanhado de um molho madeira, porém mais encorpado.

BLOG_PICKLEBARREL2

Lobster & Jumbo Shrimp Linguine
$21.99

Uma massa ao dente ao molho de tomate e creme de alho, manjericão, e vinho branco. Servido com pedaços de lagosta e camarão jumbo.

BLOG_PICKLEBARREL3

P.B. Signature Caesar
$6.49

Uma tradicional salada Caesar da casa com queijo parmesão, croutons de alho, alface, com molho Caesar caseiro.

BLOG_PICKLEBARREL4

Kid’s Burger
$8.99

O restaurante possui um menu específico para crianças e a escolha preferida dos meninos é este hamburger com batatas fritas e um achocolatado ou suco de laranja para acompanhar.

Avaliação Final

Ambiente star_01star_01star_01star_01star_02
Preço star_01star_01star_01star_01star_02
Comida star_01star_01star_01star_01star_01
Localização star_01star_01star_01star_01star_01

The Pickle Barrel
2300 Yonge St, Toronto, ON M4P 1E4

Se você está na região da Yonge & Eglinton ou próximo a qualquer uma das unidades do The Pickle Barrel, eu recomendo uma parada para saborear com calma qualquer um dos pratos que o restaurante tem para oferecer.

Leia também:
Uma excelente opção de açaí com sabor de Brasil bem no centro de Toronto

Bjo, Li

10 dicas fáceis para você organizar a geladeira e aproveitar melhor os alimentos

Para mim uma das coisas que me deixa muito, mais muito feliz na cozinha é ver minha geladeira bem organizada e colorida, que além de agradar os olhos, também ajuda você a não desperdiçar alimentos, evitar cheiros desagradáveis, economizar tempo, dinheiro e até ajuda a emagrecer. Sim, uma geladeira bem organizada pode inspirar você a ter hábitos mais saudáveis.

Segue aqui algumas dicas de como eu organizo a minha geladeira da vida real. Falo isso porque com a vida corrida do Canadá, dois filhos pequenos e um marido em casa não dá para ter aquela geladeira de comercial de TV, com poucos produtos e arrumada de forma perfeita e com espaços de sobra. Sim, isso mesmo, minha geladeira é muito pequena e por aqui somos 4 e nós comemos bastante frutas e vegetais.

Comece limpando a sua geladeira

Antes de entrar no modo de organização completo, convém limpar e desinfetar todas as superfícies na parte interna da geladeira. Isso tem mais do que benefícios estéticos, pois uma geladeira higienizada significa menos chances de doenças e contaminação de origem alimentar.

Cada coisa no seu lugar

Ao colocar itens nas prateleiras, considere o que faz mais sentido para você – e para a comida em si. A maioria das pessoas mantém o leite na prateleira superior ou na porta, mas ele deve ser colocado na parte de trás da prateleira inferior, onde está mais frio. Se você consome muito, assim como eu, pode deixar apenas uma garrafinha na porta e guardar os sacos de leite na parte mais fria. O mesmo vale para os ovos: armazene os ovos em recipientes apropriados nas prateleiras central ou superior, onde as temperaturas são mais consistentes. Reserve a porta da geladeira para condimentos, manteigas, queijos macios e sucos processados.

Uma dica importante sobre ovos é que você não deve lavá-los para armazenar, pois eles já vêm com uma película natural que protege o interior do produto contra a invasão de microorganismos. Lave-os bem apenas minutos antes de consumir.

Menos é mais

Quanto mais embalada está a comida na sua geladeira, mais difícil será manter o controle do que está dentro, dificultando a sua utilização e inevitavelmente levando a mais desperdício de alimentos. Manter as coisas arrumadas e organizadas torna a comida dentro da geladeira mais atraente.

Evite comprar a granel

Itens a granel são ótimos para a despensa, mas terríveis para a geladeira. Quando se trata de produtos perecíveis, compre apenas o que você precisa para a semana. Mesmo que os preços a granel de frutas e vegetais sejam tentadores, eles geralmente acabam sendo desperdiçados. Além do que, aqui no Canadá, espaço é um item de luxo que a maioria das pessoas não tem. A minha geladeira aqui, por exemplo, é metade do tamanho da que eu tinha no Brasil. Ou seja, compre realmente o que você precisa.

Use recipientes transparentes

Como você vai usar seus alimentos se não consegue ver. Ser capaz de ver o que você tem na geladeira, usando recipientes transparentes para armazená-los é uma das melhores maneiras de garantir que eles sejam consumidos. Eu, particularmente, procuro usar ao máximo os containers de vidro com tampas de pressão, pois acho mais higiênicos do que os de plásticos e não ficam com cheiros. Uso também sacolas retornáveis para evitar comprar usando sacolas plásticas dos supermercados. Consumo consciente.

Prolongue a vida de suas sobras

As sobras de comida ou ingredientes devem sempre ser mantidas também em recipientes transparentes, para que você consiga identificar melhor e com isso consumir mais rapidamente. Uma sugestão é você sempre colar uma etiqueta (uso fita crepe) no recipiente com a data que você guardou a sobra, dessa forma você nunca ficará adivinhando o quão fresco é um prato.

Leia também:
Uma sopa nutritiva para reduzir o desperdício e aproveitar todas as sobras da geladeira

Crie uma zona de lanches inteligente

Sua zona de lanches inteligentes é uma área da geladeira que deve estar ao nível dos olhos quando você abre a porta, principalmente das crianças. Essa prateleira deve ser carregada com opções saudáveis de lanches rápidos, como frutas e legumes picados, e fontes de proteínas magras, como ovos cozidos, iogurte e hummus.

Armazene carne e frutos do mar com segurança

Mantenha a carne crua e os frutos do mar perto da parte inferior da geladeira, onde é mais fresco e eles não podem pingar e possivelmente contaminar os itens abaixo. Como backup você ainda pode usar uma assadeira pequena com borda para manter os gotejamentos contidos. Porém ainda prefiro armazenar em containers fechados e comprar apenas o que eu vou consumir na semana.

Use bem suas gavetas de produtos

A gaveta de baixa umidade é perfeita para produtos com pele como maçãs e peras. A gaveta de alta umidade é ótima para verduras e vegetais crucíferos, como brócolis. Você consegue mantê-los frescos por mais tempo, colocando uma camada de toalhas de papel na parte inferior das gavetas antes de carregá-las com frutas e vegetais. As toalhas de papel coletam pequenos pedaços de brócolis ou cascas de cebola que tendem a cair com o tempo. Substitua-as a cada duas semanas para facilitar a limpeza.

Filtro de ar fresco

Do que adianta ter uma geladeira bonita e organizada se ela cheira mal quando você a abre? Por isso uso o filtro de ar da Arm & Hammer Pure Baking Soda na parede interna da minha geladeira para absorver e desodorizar odores. Se a coisa está feia na sua geladeira, abra uma caixa nova de bicarbonato de sódio e cole-a em uma das prateleiras por 12 horas.

Guia de Armazenamento de Alimentos Frios

Siga as orientações abaixo para armazenar alimentos na geladeira e no freezer. Os menores prazos para alimentos refrigerados em casa ajudarão a evitar que estraguem ou se tornem perigosos para comer. Segundo a Food Safety and Inspection Service (FSIS), as diretrizes para armazenamento no congelador são apenas de qualidade – alimentos congelados armazenados continuamente a 0°F ou menos podem ser mantidos indefinidamente.

Comida Tipo Geladeira
(40 ° F ou menos)
Congelador
(0 ° F ou menos)
Salada Saladas de ovo, frango, presunto, atum e macarrão 3 a 4 dias Não congela bem
Cachorros quentes Pacote aberto 1 semana 1 a 2 meses
Pacote fechado 2 semanas 1 a 2 meses
Carne de almoço Pacote aberto ou
delicatessen cortado
3 a 5 dias 1 a 2 meses
Pacote fechado 2 semanas 1 a 2 meses
Bacon e linguiça Bacon 1 semana 1 mês
Salsicha, crua, de frango, peru, porco ou carne 1 a 2 dias 1 a 2 meses
Salsicha, totalmente cozida, de frango, peru, porco ou carne 1 semana 1 a 2 meses
Hambúrguer e outras
carnes moídas
Hambúrguer, carne moída, peru, vitela, porco, cordeiro e suas misturas 1 a 2 dias 3 a 4 meses
Carne fresca, vitela,
cordeiro e porco
Bifes 3 a 5 dias 4 a 12 meses
Costeletas 3 a 5 dias 4 a 12 meses
Assados 3 a 5 dias 4 a 12 meses
Presunto Fresco, não curado, cru 3 a 5 dias 6 meses
Fresco, não curado, cozido 3 a 4 dias 3 a 4 meses
Curado, cozinhe antes
de comer ou cru
5 a 7 dias ou
data de validade
3 a 4 meses
Totalmente cozinhado, selado a vácuo na fábrica, fechado Data de “uso até” 1 a 2 meses
Cozido, embalado em loja, inteiro 1 semana 1 a 2 meses
Cozido, embrulhado em loja, fatias, metade ou corte em espiral 3 a 4 dias 1 a 2 meses
Presunto, cozido 1 semana 1 mês
Enlatado, rotulado “Manter refrigerado”, fechado 6 a 9 meses Não congele
Enlatado, estável em
prateleira, aberto. Nota : Um presunto enlatado fechado e estável em prateleira pode ser armazenado em temperatura ambiente por 6-9 meses.
5 a 14 dias 1 a 2 meses
Presunto presunto, parma ou serrano, tipo italiano ou espanhol seco, cortado 2 a 3 meses 1 mês
Aves de capoeira frescas Frango ou peru, inteiros 1 a 2 dias 1 ano
Frango ou peru, pedaços 1 a 2 dias 9 meses
Ovos Ovos crus com casca 3 a 5 semanas Não congele. Bata as gemas e os brancos juntos e congele.
Claras e gemas cruas, as gemas não congelam bem 2 a 4 dias 12 meses
Ovo cru acidentalmente
congelado com casca
Use imediatamente após descongelar Mantenha congelado e depois leve à geladeira para descongelar
Ovos cozidos 1 semana Não congele
Substitutos de ovo,
líquido não aberto
1 semana Não congele
Substitutos de ovo, líquido aberto 3 dias Não congele
Substitutos de ovos,
congelados, fechados
Após o descongelamento, 1 semana ou consulte a data de validade 12 meses
Substitutos de ovos,
congelados, abertos
Após o cozimento, 3 a 4 dias ou consulte a data de validade Não congele
Bandeja com ovos 3 a 4 dias Após o cozimento, 2 a 3 meses
Gemada comercial 3 a 5 dias 6 meses
Gemada, caseiro 2 a 4 dias Não congele
Tortas: Abóbora ou noz-pecã 3 a 4 dias Após o cozimento, 1 a 2 meses
Tortas: Creme e chiffon 3 a 4 dias Não congele
Quiche com recheio 3 a 5 dias Após o cozimento, 2 a 3 meses
Sopas e ensopados Vegetais ou carne adicionados 3 a 4 dias 2 a 3 meses
Sobras Carnes cozidas ou
aves de capoeira
3 a 4 dias 2 a 6 meses
Nuggets ou rissóis de frango 3 a 4 dias 1 a 3 meses
Pizza 3 a 4 dias 1 a 2 meses

Fonte: Food Safety and Inspection Service (FSIS) – U.S. Department of Health & Human Services, 2020

🍁
Bjo, Li

Um risoto de carne preparado ao tradicional estilo italiano

O Risoto é um prato típico italiano em que se fritam levemente as cebolas e o arroz arbório, e se vai gradualmente adicionando um fundo de carne ou legumes e outros ingredientes, até o arroz estar cozido e não poder absorver mais líquido.

Para preparar o Risoto, geralmente usa-se arroz com grãos de tamanho médio, onde o objetivo é que o arroz, durante a preparação, possa soltar amido e, por sua vez, absorver diferentes líquidos. Deste modo, o resultado é um prato extremamente cremoso. Por isso, costuma usar-se arroz arbório, carnaroli ou vialone nano, por designar algumas das variedades mais apropriadas para esta receita. Assim como é impossível preparar Risoto sem arroz, também não se pode dar este nome ao prato que não tenha uma boa quantidade de queijo ralado ou que não leve manteiga suficiente.

RISOTTO_CARNE1

O Risoto nasceu no século XI no norte da Itália, mais precisamente na região da Lombardia. Mas, a receita original só foi criada em 1574, quando Valério di Fiandra, artista responsável pela criação dos vitrais da Catedral de Milão, resolveu oferecer um jantar em comemoração ao casamento de sua filha. Segundo alguns historiadores, Fiandra deixou cair acidentalmente uma quantidade grande de açafrão em seu prato, o que resultou no Risoto mais famoso da Itália, o Risoto Alla Milanese.

 

ICON_01

Ingredientes

» 100g calabresa (uso a Smoked Sausage da Farmer’s);
» 1/3 xícara de arroz arbório;
» 80g de queijo Havarti;
» 50g de queijo Gorgonzola;
» 80g de queijo Feta;
» 2 ½ xícaras de caldo de carne em líquido;
» 400g de carne (uso a Top Sirloin) cortada em pequenos cubos;
» 4 rodelas de beringela (ao seu gosto);
» 1 colher (sopa) de requeijão;
» 50ml vinho tinto de sua preferência;
» Sal e pimenta-do-reino à gosto;
» Salsinha a gosto.

ICON_02

Modo de preparo

Em uma panela aqueça o azeite, frite a calabresa e junte a cebola para que doure. Em seguida adicione a carne, o sal e a pimenta, deixe fritar até dourar. Na temperatura médio-alta, acrescente o arroz e misture por 3 minutos. Adicione o vinho e mexa até que o líquido seja completamente absorvido e incorpore a beringela. Depois disso, coloque 1 concha do caldo de carne e misture até que o líquido quase seque.

Repita o processo até que o arroz esteja al dente (cerca de 18 minutos, contando a partir do momento que você colocou o vinho). Acrescente os queijos, até ficarem totalmente derretidos. Desligue o fogo, adicione o requeijão e a salsinha.

🍁
Bjo, Li.

Uma versão canadense do nosso famoso escondidinho de carne

Este escondidinho de batata doce com carne é a minha versão Canadense, e um pouco mais saudável, deste tradicional prato da culinária Nordestina. Sua versão original é preparada com carne de charque (carne seca) refogada com cebola e manteiga de garrafa, coberta pelo purê de mandioca e salpicada por queijo coalho ralado, depois levado ao forno para gratinar. Meu Deus, como é gostoso! Mas, como os ingredientes tradicionais não são tão fáceis de se achar por aqui, em especial a carne de charque, resolvi fazer esta adaptação que também ficou uma delícia!

A batata doce é um dos vegetais mais nutritivos e versáteis que existe e pode ser encontrada facilmente durante todo o ano nos principais supermercados canadenses. Classificada como raiz tuberosa, a batata doce está entre os alimentos preferidos dos atletas e bodybuilders, sejam profissionais ou amadores. Isso acontece porque a batata-doce é considerada um carboidrato bom (ou “complexo”), devido ao fato de ter um baixo índice glicêmico. Além de serem ricas em fibras e potássio.

ICON_01

Ingredientes para o purê

» 700g de batata doce;
» 2 colheres (sopa) de requeijão cremoso;
» Sal e pimenta do reino à gosto.

Ingredientes para a carne

» 300g de carne (uso a Top Sirloin);
» ½ cebola em rodelas finas;
» Um fio de óleo de coco sem sabor;
» Sal e pimenta do reino à gosto;

Ingredientes para decorar

» 50g de queijo mussarela ralado;
» Salsinha à gosto.

ICON_02

Modo de preparo

Cozinhe a batata doce no vapor para não perder as propriedades e não deixar ela muito mole, amasse e faça um purê. Acrescente o requeijão e tempere com pimenta e sal à gosto. Reserve. Parta a carne em pequenos cubos, refogue a cebola no óleo de coco e asse a carne. Reserve.

ESCONDIDINHO_CARNE2

Espalhe uma camada fina de purê no fundo de um refratário. Distribua o recheio de carne por cima do purê. Coloque um pouco do queijo ralado e, depois, cubra com o restante do purê. Finalize com o restante do queijo ralado e com a salsinha para decorar. Asse em forno pré-aquecido à 200º C até dourar. Se o seu forno tiver a opção “Gratinar”, use nesta função nos últimos 5 minutos para gratinar o queijo.

Sirva imediatamente!

🍁
Bjo, Li.

3 restaurantes dos sonhos para celebrar o Valentine’s Day em Toronto

Neste final de semana comemoraremos no Canadá o Saint Valentine’s Day, ou como conhecemos no Brasil o Dia dos Namorados. Porém a diferença vai além da data, que no Brasil é comemorada no dia 12 de junho e por aqui a comemoração é feita no dia 14 de fevereiro. No Canadá a celebração tem um sentido mais amplo onde nós celebramos o amor, a amizade e o carinho que temos por outras pessoas, e não apenas o amor entre casais. As pessoas por aqui costumam mandar cartões com tema de amor ou amizade, conhecidos como “Valentines”, ou pequenos presentes, flores ou até chocolates que são entregues para amigos, familiares ou qualquer pessoa por quem se tenha carinho. Meu marido no ano passado recebeu cartões dos amigos do trabalho, mesma coisa aconteceu com os meninos na escola, onde os cartões foram feitos pelas próprias crianças. Coisa mais fofa!

Eu, particularmente, acho o Valentine’s Day do Canadá bem melhor do que o Dia dos Namorados no Brasil, pois acho que aqui a celebração do amor é mais ampla e sem conotação sexual, e você não precisa estar casado ou namorando alguém para comemorar.

Mais uma coisa ainda é bem parecida com a comemoração no Brasil. Por aqui todo mundo gosta de preparar um jantar em casa ou reservar uma mesa naquele restaurante preferido para comemorar com as pessoas mais queridas. Por isso, selecionei aqui três dos 20 restaurantes selecionados pela OpenTable – e que eu desejo conhecer um dia, como as melhores opções para celebrar o Valentine’s Day em Toronto este ano. Fica aqui a dica!

DaiLo

Cozinha asiática com uma mistura francesa.

O restaurante possui uma cozinha asiática, predominantemente chinesa, mas segue a tradição francesa. No coração do cardápio está o amor e o respeito pelos pratos que o chef Nick Liu comeu quando era criança, preparado pelos que já moravam no Canadá, mas, o mais importante, são os pratos servidos hoje da mesma forma que seus ancestrais comem há centenas de anos. Os pratos antigos com um toque exclusivo de Liu foram atualizados para se adequar ao paladar ocidental e à demanda moderna por ingredientes locais e sustentáveis.

503 College St, Toronto
@dailoto

Toula Restaurant

Cozinha Italiana.

Localizado no 38º andar do The Westin Harbour Castle, a vista é diferencial para um jantar romântico. Com vista para o Lago Ontário e o horizonte perfeito da cidade, Toula oferece uma das melhores vistas do mundo para deixar você sem fôlego.

1 Harbour Square floor 38th, Toronto
@toularestaurantbar

BlueBlood Steakhouse

Churrascaria.

Localizado no interior do majestoso castelo de Toronto, a Casa Loma, o BlueBlood Steakhouse oferece uma experiência gastronômica refinada em um ambiente sofisticado. Uma experiência verdadeiramente de classe mundial, o restaurante foi recentemente nomeado o # 1 Steakhouse em Toronto, pelos 10 melhores do USA Today.

1 Austin Terrace, Toronto
@blueblood_steakhouse

Bjo,
Li

Chips de maçã, um ótimo lanchinho para as crianças

An apple a day keeps the doctor away!

A chips de maçã é ótima para as crianças, pois tem uma textura mais crocante que pode ser usada como substituto da batata frita, por exemplo. Além disso a maçã ajuda a controlar certas doenças como diabetes, melhora a digestão, contribuindo para um melhor aproveitamento dos nutrientes e é indicada para quem deseja emagrecer, porque é rica em fibras e tem poucas calorias.

A maçã também tem vitamina A, E e C que são antioxidantes e vão ajudar a combater os radicais livres que são formados pelo envelhecimento, poluição e má alimentação. A vitamina C vai também ajudar na produção de colágeno que mantém a rigidez da pele.

CHIPS_MACA2

Leia também:
Maçã ao forno recheada com ameixa, ideal para substituir o doce após o almoço


Ingredientes:

» Papel manteiga (eu uso uma forma de silicone);
» 3 maçãs médias;
» 1 colher de chá de canela.


Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 100°C (ou a 180°C se essa for a menor temperatura possível, só que neste caso deixe a porta do forno parcialmente aberta enquanto assa). Coloque o papel manteiga sobre toda a parte de dentro de uma assadeira grande ou duas médias.

Lave e seque bem as maçãs. Usando um fatiador/cortador de legumes ou uma faca, corte as maçãs em fatias bem finas, para fazer chips redondas. Descarte as sementes.

Coloque as fatias de maçã sobre o papel manteiga nas assadeiras sem que haja sobreposição. Polvilhe a canela sobre as maçãs.

Leve ao forno por cerca de 1 hora (pode variar de acordo com a temperatura mínima do forno, fique de olho para ela desidratar, mas não queimar). Em seguida, vire as maçãs. Continue assando por mais 1 hora, virando ocasionalmente, até que as fatias de maçã estejam totalmente desidratadas (sem água).

Tire as maçãs do forno, deixe-as esfriar completamente e guarde-as em recipiente hermético (que fique vedado).

Bjo,
Li